Fale connosco
English

Quer criar uma comunidade de energia renovável? Há um site que o ajuda

17 julho 2023

As comunidades de energia renovável são um modelo que está a ganhar popularidade na Europa, onde cada vez mais municípios, parques empresariais, aglomerados industriais, e até comunidades de residentes, optam por produzir e gerir a sua própria energia, partilhando custos e benefícios. Interessado em criar uma?  A boa notícia é que já não precisa de fazer uma pesquisa intensiva — está tudo numa única plataforma online.

Chama-se Energy Community Platform e reúne recursos e ferramentas – a maioria de uso gratuito – para apoiar projetos de energia comunitária nas suas diferentes fase de desenvolvimento.

A equipa do INEGI fez parte do consórcio que a criou, tendo sido responsável pela análise dos fatores legais, políticos, sociais e económicos associados à implementação em Portugal. A equipa do instituto criou ainda, em colaboração com outros membros do COME RES, uma das várias ferramentas disponíveis: o Teste de Sustentabilidade, que avalia a sustentabilidade e os benefícios ambientais, sociais e económicos de cada comunidade.

A plataforma dispõe ainda de um mapa com comunidades de energia em toda a Europa, para facilitar a colaboração entre comunidades além-fronteiras, e de uma rede de especialistas para comunidades de energia que precisam de suporte profissional adicional.

Isabel Azevedo, responsável pelo projeto no INEGI, explica que o objetivo é "reduzir o tempo e esforço necessário para promover projetos de instalações de energia renovável e comunitária, e potenciar a transferência de boas práticas”.

As comunidades de energia renovável (ou CER, como também são conhecidas) são iniciativas que, na perspetiva da União Europeia, importa incentivar, pois figuram uma resposta à necessidade urgente de descarbonização das economias aliada a uma participação ativa dos cidadãos. "Em Portugal, porém, a existência de comunidades de energia renovável é ainda residual apesar de ser uma atividade prevista na lei desde 2020”, salienta Isabel Azevedo.

E foi precisamente para incentivar o seu crescimento que o INEGI se juntou ao projeto europeu COME RES (Community Energy for the Uptake of RES in the Electricity Sector), que em parte financiou esta plataforma, e é cofinanciado ao abrigo do programa europeu Horizonte 2020, o programa de investigação e inovação da União Europeia.



Páginas Relacionadas

Notícia | INEGI integra projeto europeu para impulsionar a criação de comunidades de energia renovável

Artigo | Comunidades de Energia Renovável: terão espaço para crescer em Portugal?

Inovação e Transferência de Tecnologia | Energias Renováveis

Inovação e Transferência de Tecnologia | Energia e Descarbonização

Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.   Saiba mais

Compreendi