Fale connosco
English

Investigador do INEGI é o único em Portugal a captar 3,5M€ do Conselho Europeu de Investigação

10 abril 2024

Pedro Camanho, investigador e membro dos órgãos sociais do INEGI, recebeu uma bolsa do Conselho Europeu de Investigação (ERC - European Research Council, em inglês), no âmbito do programa Advanced Grants 2023, para criar uma nova geração de materiais compósitos que permitam o desenvolvimento do setor aeroespacial. É o único investigador de uma instituição portuguesa a conquistar esta bolsa.

Com um financiamento europeu de 3,5 milhões de euros, nos próximos cinco anos, Pedro Camanho vai dedicar-se ao estudo de uma nova geração de materiais compósitos não convencionais que são críticos para o desenvolvimento do setor aeroespacial. Este trabalho será feito ao abrigo do projeto INELASTIC, que visa reduzir o peso e melhorar a eficiência das estruturas aeronáuticas, através combinação de modelos físicos a várias escalas com inteligência artificial. O projeto ambiciona, ainda, reduzir a pegada ambiental da aviação.

"É com muito entusiasmo que recebo a notícia de ter sido selecionado para receber uma bolsa do Conselho Europeu de Investigação. É uma oportunidade única para desenvolver um projeto de investigação que poderá criar o conhecimento necessário para desenvolver uma nova geração de materiais e estruturas que potenciem a descarbonização da indústria aerospacial”, afirma Pedro Camanho.

O ERC Advanced Grants atribui bolsas a investigadores que tenham um percurso de relevo na produção científica. As candidaturas a esta bolsa são anuais e a edição de 2023 recebeu um total de 1829 propostas, tendo sido aprovadas apenas 13,9%. Há, no total, 255 projetos financiados em 20 países.

Uma carreira reconhecida

Pedro Manuel Ponces Rodrigues de Castro Camanho é doutorado pelo Departamento de Aeronáutica do Imperial College London, investigador do INEGI e membro dos seus órgãos sociais. É também Professor Catedrático no Departamento de Engenharia Mecânica da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e Presidente do Laboratório Associado de Energia, Transportes e Aeroespacial (LAETA).

Enquanto investigador, Pedro Camanho tem-se dedicado ao estudo dos mecanismos de deformação e fratura de materiais compósitos avançados, bem como ao desenvolvimento de novos conceitos para materiais compósitos multifuncionais para o setor aeroespacial.

Ao longo da sua carreira, Pedro Camanho coordenou vários projetos de investigação financiados pela Agência Espacial Europeia, Airbus, NASA, Embraer, Daimler, Aernnova, União Europeia, FCT e Força Aérea dos EUA. Entre 2000 e 2011, foi cientista visitante no Centro de Investigação da NASA – Langley Research Center, tendo recebido em 2006 o Prémio NASA H.J.E. Reid Award for Outstanding Scientific Paper. É membro correspondente da Academia das Ciências de Lisboa e Fellow da Royal Aeronautical Society (Reino Unido).

Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.   Saiba mais

Compreendi