Fale connosco
English

Inovação e tecnologia ao serviço de saúde mais «inteligente»

08 fevereiro 2024

Mitigar as necessidades levantadas pelo envelhecimento progressivo da população e tornar a medicina em Portugal mais preventiva, personalizada e participativa - foram estes os grandes objetivos do projeto mobilizador SMART-HEALTH-4-ALL, agora cumpridos. Três anos após o seu arranque, o projeto está em fase de conclusão, e entre os resultados estão dois produtos criados com a ajuda do INEGI e que estão a caminho do mercado

"O setor da smart health (em português, saúde inteligente) está a crescer em Portugal e esta iniciativa teve como objetivo potenciar o conhecimento e a transferência de tecnologia para alavancar a competitividade da indústria”, afirma Nilza Ramião, responsável pelo projeto no INEGI. 

"A digitalização, em particular, foi uma das prioridades do consórcio e foi a área para a qual contribuímos, criando soluções customizadas e adaptadas de sensorização, automatização, e comunicação”, acrescenta. 

Desta iniciativa resultaram várias tecnologias médicas e produtos. Entre eles está o My Care Shoe, cuja comercialização está a ser avaliada pela empresa Ortomedical. Trata-se de um sapato que integra diversas tecnologias inovadoras integradas na sua estrutura, que se conecta com uma aplicação móvel, com informação e alertas em tempo real. Foi criado em parceria com a Ortomedical, o CeNTI - Centro de Nanotecnologia e Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes, o ISEP - Instituto Superior de Engenharia do Porto e o 2CABraga - Centro Clínico Académico.

Foi criado a pensar em pacientes com pé diabético e integra, por exemplo, atuadores que estimulam a circulação sanguínea e sensores que detetam parâmetros de risco. A integração de tecnologias wearable de monitorização, sensorização e personalização foi responsabilidade da equipa do INEGI. 

Também foi desenvolvido, em colaboração com a empresa APINEQ, um sistema para controlo e gestão de fármacos, automatizando todas as tarefas do ciclo do sistema de entrega de medicamentos. O novo produto ajudará a reduzir erros na dispensa de medicação, melhorar a conservação da medicação, e facilitar a gestão da farmácia. Tendo em conta o elevado nível de complexidade do equipamento, o INEGI contribuiu com uma visão estruturada do processo de desenvolvimento do produto, ajudou a definir o conjunto de requisitos e especificações e estabeleceu os algoritmos funcionais para os múltiplos cenários de operação previstos.

Liderado pela Siemens Healthineers Portugal e dinamizado pelo Health Cluster Portugal (HCP), o projeto agrega mais de 20 parceiros, entre empresas nacionais e internacionais, PME’s, startups, prestadores de cuidados de saúde e entidades do Sistema Científico e Tecnológico Nacional (SCTN), nas quais se integra o INEGI.

Inserido nos "Programas Mobilizadores”, que visam a promover o crescimento das atividades económicas intensivas em conhecimento e a criação de valor baseada na inovação, o projeto SMART-HEALTH-4-ALL – Smart Medical Technologies for Better Health and Care é cofinanciado pelo o Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através do Portugal 2020.

Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso.   Saiba mais

Compreendi