ADIRA MFS aposta na Indústria 4.0 em colaboração com o INEGI

21-06-2019
O INEGI está a contribuir para o desenvolvimento de uma solução integrada de hardware e software que resulta da fusão entre tecnologias de produção e sistemas de informação e comunicação. A inovação está a ser desenvolvida no âmbito do projeto ADIRA INDUSTRY 4.0, que nasceu fruto da crescente necessidade da digitalização do setor industrial, tendo como objetivo transformar bens de equipamento em componentes da Indústria 4.0.

A solução integra sistemas de autoconfiguração, autoregisto, avaliação de desempenho e manutenção preditiva, “tornando possível obter em tempo real uma visão do estado dos equipamentos e da produção, bem como a previsão e deteção de falhas ou avarias”, afirma Sílvia Esteves, responsável pelo projeto no INEGI. “Funcionalidades que por sua vez resultam na diminuição de interrupções do fluxo produtivo, na otimização dos processos produtivos, e numa reação ágil e eficaz quando ocorrem situações imprevistas”.

O protótipo da solução já está a ser implementado pela empresa ADIRA MFS, o fabricante de máquinas-ferramenta para metalomecânica que lidera o projeto.

Nos últimos três anos, a equipa de especialistas do INEGI contribuiu para a conceção e desenvolvimento desta tecnologia, em colaboração com o INESC TEC, e foca-se agora na construção do protótipo industrial que envolve o “recondicionamento de um centro de maquinagem para testar e validar os módulos Indústria 4.0.”

Ao INEGI coube o “desenvolvimento dos sistemas de sensorização, monitorização, aquisição e pré-processamento de dados e controlo de equipamentos industriais”, conta Sílvia Esteves. O Instituto participou ainda no desenvolvimento dos módulos de retrofitting e sensorização para equipamentos originalmente não compatíveis com sistemas da indústria 4.0., que por sua vez “estendem o ciclo de vida dos equipamentos e dos sistemas de produção das empresas, em harmonia com a economia circular, e limita os elevados custos de substituição das principais infraestruturas industriais, permitindo uma maior eficiência de materiais e recursos e um maior retorno do investimento”, explica a investigadora.

Finalizado o projeto com sucesso, perspetiva-se que este sirva como referência, ao nível da parametrização e standardização, para a implementação de componentes da Indústria 4.0 em contextos relacionados com máquinas-ferramenta e metalomecânica.

O projeto ADIRA INDUSTRY 4.0 é cofinanciado pelos programas Compete 2020 e Portugal 2020.

INEGI
Universidade do Porto
CONTACTOS E LOCALIZAÇÃO
Linkedin Facebook Youtube Twitter
© INEGI 2011 | Política de Privacidade