INEGI Fórum Indústria: Empresários e INEGI exploram a 4ª revolução industrial nos processos de fabrico

27-09-2019
Realizou-se na passada quinta-feira a terceira edição do INEGI Fórum Indústria, que teve como foco os processos avançados de fabrico para a indústria 4.0. O evento reuniu várias empresas num espaço de encontro profissional onde houve oportunidade para debater o impacto da quarta revolução industrial e da digitalização na indústria, e descobrir como as capacidades do INEGI podem contribuir para a sua evolução neste contexto.

"A 4ª revolução industrial é acima de tudo uma mudança de mentalidade e de postura e não apenas um salto tecnológico: deve ser uma visão integrada. Razão pela qual procurámos, nesta edição do INEGI Fórum Indústria, criar um momento de diálogo com os empresários e melhor entender como podemos ajudar", explicou José Sampaio, diretor de inovação e transferência de tecnologia do INEGI.

SISTEMAS FÍSICOS E INTERLIGAÇÃO COM MUNDO DIGITAL FORAM TEMAS DE DESTAQUE

O encontro arrancou com um momento dedicado ao papel dos sistemas físicos e à sua interligação com o mundo digital, privilegiando a desmistificação de conceitos. “Ao adotar uma visão integrada torna-se claro que é essencial colaborar com engenheiros mecânicos para compreender os detalhes e implicações dos processos físicos que estão envolvidos em todos os ambientes fabris para possibilitar a ligação com o mundo digital”, salientou Tiago Abreu, engenheiro de desenvolvimento de produto e sistemas do INEGI, durante a sua intervenção.

Houve também lugar à apresentação de exemplos reais de implementação de soluções orientadas à indústria 4.0, nomeadamente nas áreas relacionadas com a smart factory, como a integração de sistemas, processos autorreguláveis e flexíveis, sistemas ciber-físicos, e modelos virtuais e de simulação. É nestas áreas, bem como na automação de processos, integração e desenvolvimento de novos materiais e fabrico aditivo, que o INEGI tem vindo a desenvolver competências que coloca ao serviço da indústria.

“O que oferecemos é uma intervenção em várias áreas complementares e cobrindo todo o processo de mudança tecnológica, num só instituto", explicou Nuno Rocha, engenheiro de desenvolvimento de negócio do INEGI, durante a sua apresentação.

Após uma visita às instalações do Instituto, e durante a sessão de debate, os participantes partilharam os maiores desafios que enfrentam nas suas empresas. A necessidade e a importância do diagnóstico e do roadmap tecnológico como ferramentas para a adoção de uma visão a médio-longo prazo reuniu o consenso dos participantes, bem como quantificar os benefícios económicos e estratégicos da implementação de soluções indústria 4.0.

Também a reabilitação de equipamentos antigos, e não compatíveis com soluções de digitalização, foi apontada como uma prioridade por vários intervenientes, que reconhecem que o retrofitting e a sensorização de máquinas antigas é um primeiro passo no caminho rumo à atualização do parque industrial nacional.

Com a missão de promover uma colaboração permanente com as empresas, o INEGI realizará sessões setoriais e temáticas, de forma regular, e continuará a criar oportunidades de diálogo para melhorar a sua oferta tecnológica e a sua capacidade de ir ao encontro das necessidades das empresas.

INEGI
Universidade do Porto
CONTACTOS E LOCALIZAÇÃO
Linkedin Facebook Youtube Twitter
© INEGI 2011 | Política de Privacidade